quinta-feira, 30 de maio de 2013

Novidade!!! Cosmético de cacto!!!


Passeando pela net descobri que L'Occitane esta lançando uma linha de cosmético bem brasileira.
Essas belezuras foram inspiradas nos biomas brasileiros, o cerrado e a caatinga. Mas o que me chamou a atenção foi a linha de hidratação feita do cacto mandacaru, 
Vem com sabonete líquido e em barra, hidratante, esfoliante, itens de cabelo, água de colônia...
Pelas notícias lidas, tudo bem fresquinho e suave, bem a cara do Brasil. Os produtos serão fabricados aqui no Brasil mesmo, o que é uma outra boa notícia!!! E os preços bem acessíveis, ebaaaa!!!
Basta agora só comprar pra conferir!!!





Vou aproveitar e oferecer algumas informações sobre essa bela espécime brasileira, típica do nordeste brasileiro e atinge mais de 5 m. de altura.
O mandacaru (Cereus jamacaru), também conhecido como cardeiro, é uma planta da família das cactáceas.
O mandacaru é altamente resistente a seca e é também utilizado na alimentação de animais. As flores são lindíssimas e medem aproximadamente 30cm, floresce no meio da primavera e as flores desabrocham no período noturno e já ao amanhecer começam a murchar. 
O fruto tem cor forte e vibrante e também serve de alimentos a animais como aves nativas como o periquito-da-caatinga e a gralha-cancã.







sexta-feira, 17 de maio de 2013

Algumas diferenças nas fofas ascleps.

Essas imagens há tempos estão comigo e sempre passo para pessoas que estão iniciando no cultivo de ascleps. e ainda ficam na dúvida para identifica-las.
Só uma pequena mostra mas muito útil!!!
Essas fotinhas não são minhas plantinhas, as plantinhas são de uma conhecida.
Bjins








Ascleps. Algumas dicas de plantio.

Amo minhas ascleps. na verdade são as minhas preferidas! hehehe...Que as outras fofas não ouçam! :)
Muita gente me pergunta como cuidar, pois melam facinho...então...algumas dicas básicas e não tem erro.

Siga estas dicas para ter sucesso com suas mudas:


1. Esterilize o substrato antes de plantar, da seguinte forma: pegue seu substrato devidamente misturado e já peneirado e coloque em um recipiente que possa ir ao micro-ondas, use potencia alta por 5 a 6 min. Ou em forno normal por meia hora. Deixe esfriar bem antes de plantar!

Isso elimina ácaros, cochonilhas, nematóides, bactérias e todo tipo de organismos que possam vir a prejudicar a sua planta. Elimina também qualquer sementinha de ervas que possam germinar no seu vaso, mantendo-o sem inços.
Não esqueça que elas gostam de substrato rico em matéria orgânica e bem drenado. Vou ser sincera, essa primeira nem sempre sigo a risca, mas faça o que digo e não o que faço...hehehe... Mas ainda é a melhor alternativa e mais correta!

2.Coloque uma camada de pedriscos lavados no fundo do vaso, depois coloque o substrato.


3. Plante suas mudas e inicialmente deixe-as em lugar com bastante luminosidade, mas sem sol direto, bem arejado até que peguem bem. Quando notar que já está bem ambientada e mostrar crescimento, vá colocando aos pouquinhos para tomar sol nas primeiras horas da manhã.


4. Inicialmente, jamais regue por cima dos substrato. Coloque um pratinho, ou bandejinha em baixo do vaso, e regue por baixo, mas sem encharcar.

Só volte a regar quando notar que o substrato está seco.
Duvido que você. não tenha sucesso se seguir estas dicas!
A não ser que a planta já esteja doente.

Informação por experiência própria com as minhas.


Bom plantio e boa sorte com suas mudinhas.

Todas as fotinhas das plantinhas são minhas filhas queridas, só algumas!

















domingo, 12 de maio de 2013

Nordeste e suas belezas!

As variedades são muitas, a beleza é indescritívil! 
Enconta-se mais de trezentas e sessenta e cinco espécies de cactos vivendo em diversos tipos de ambientes no nordeste do Brasil. Região que encontramos diversos tipos de ambientes, desde os mais úmidos no litoral até o baixíssimo índice pluviométrico do interior do sertão. Como tudo no nordeste, com as plantas não poderia ser diferente. Resistência, beleza e vida!




O Nordeste brasileiro

Inclui ambientes como a caatinga, uma floresta decídua, é a casa de mais de cem espécies de cactos, dos quais 90% são endêmicos (incluindo dez gêneros endêmicos).

A vegetação da caatinga ocupa a maior parte dos 900 mil km2 do Semi-árido nordestino. É caracterizada por apresentar um estrato arbóreo de porte relativamente baixo, sem formar um dossel contínuo com árvores e arbustos freqüentemente armados. Cactos e bromélias terrestres são elementos importantes da paisagem da caatinga.

Os cactos mais comuns são o mandacaru (Cereus Jamacaru) muito encontrado no habitat natural ou em meio a pastagens nas fazendas, o Xique-Xique (Pilocereus Gounellei), o Facheiro (Pilosocereus Pentaedrophorus), o Rabo-de-Gato (Rhipsalis Paradoxa) , e várias espécies de Coroa-de-Frade (Melocactus Sp). A dominância ou subdominância de espécies de Cactaceae na fisionomia vegetacional da caatinga nordestina, principalmente dos gêneros Cereus, Opuntia e Pilosocereus, tem sido de grande importância na alimentação da fauna local. Algumas destas espécies servem para alimentação de bovinos, caprinos e ovinos, principalmente na época de estiagem.






sábado, 11 de maio de 2013

Para "inspirar"?!!?












Pequena dica - Enxerto

1 - A espécie mais utilizada pra fazer enxertos é Hylocereus undatus, a Pitaia. 

Mas várias são usadas, como mandacarus e até mesmo as Opuntias (palmas).
Praticamente todas as espécies de cactos podem ser enxertadas, mas dá-se preferência as de crescimento lento e as sem clorofila (aqueles cactos vermelhos e amarelos). 
Essas últimas, obrigatórias. Existe de tudo enxertado, desde Ripsalis até Melocactus.
Cabe a criatividade de cada um.
Uma outra espécie muito apropriada para o porta enxerto (cavalo) é o Myrtillocactus geometrizans. 
Pode ser usado Tb o Hylocereus, Selenicereus mais no centro-oeste, Pitainha do cerrado, ou pitaya amarela colombiana (Selenicereus megalanthus).

2 - Enxerto com a flor de maio

1º - Segue quase o memo esquema, tudo esterelizado,etc.
2º - A planta que servirá de cavalo vc tem que fazer um corte para encaixar a flor de maio ( corte fica sendo de = ou - 2 cm )
3º - Peque para enxertar um pedaço da planta FLOR DE MAIO que esteja na posição de um V com 3 a 4 gominhos, mas essa pedaço que está em V tem que ficar com + ou - meio gominho = a (2cm)
4º - Agora com cuidado coloque a planta FLOR DE MAIO no corte que vc fez no cavalo, tomando o cuidado para deixar apenas o meio gominho enterrado no cavalo, pois quando acaba o cavalo tem que ficar saindo apenas o V do cavalo.