sexta-feira, 21 de maio de 2010

Guia para cultivo de Lithops

Um guia para o cultivo de Lithops

by Nick Rowlette Rowlette por Nick

Traduzido por Flávia Fernandes

Lithops (comumente chamados de "pedras de florescimento" ou "pedras vivas") são verdadeiras belezas da natureza com sua forma, tamanho e cor, faz com que eles se assemelham a pequenas pedras no seu meio natural. As plantas de mistura entre as pedras como forma de proteção. Mesmo os peritos no campo, por vezes, têm dificuldade para localizar as plantas para o estudo porque desta camuflagem enganosa incomum.

Os Lithops habitam vastas regiões secas do sul da África. Várias áreas em que essas plantas crescem, recebem menos de 2 polegadas de chuva por mês durante todo o ano. Numa situação extrema de baixa pluviosidade, pelo menos, uma espécie de Lithops depende de neblina ou nevoeiro para fornecer a sua principal fonte de umidade. Lithops não poderiam sobreviver em muitas áreas que são encontrados, não fosse a sua capacidade de armazenar água. Na verdade, quase toda a planta é dedicado a esta função. O "corpo" da planta está dividida em duas folhas suculentas fundidos na forma de um cone invertido.

A fissura ou fenda na parte superior da planta é a divisão das duas folhas. Não há tronco, como tal, mas a raiz principal se junta abruptamente na base das folhas. A estrutura da planta revela à imaginação o ambiente hostil em que vivem os Lithops: a escassez de água exige que as plantas jovens limitada a apenas duas folhas e um sistema de raiz, como o crescimento mais extravagante que só servem para desperdiçar água. As folhas são grossas para armazenar água suficiente para as plantas para sobreviver por meses sem chuva. As plantas são pequenas e manter um perfil baixo para minimizar os efeitos do intenso calor e à luz de seu clima.

As informações acima podem ser tidos em conta quando Lithops crescendo em casa ou no efeito estufa. Porque eles prosperam em ambientes de baixa umidade e não precisam de regas frequente e cuidados, proporcionando as condições adequadas de luz e água adequados sejam cumpridos. Cuidados devem ser tomados ao escolher um local bem iluminado para as plantas. Porque eles se adaptaram à luz solar intensa na selva durante sua evolução, eles precisam de uma boa quantidade de luz solar direta quando cultivados em casa.

Para os Lithops, o ideal é receber cerca de 4 ou 5 horas de luz solar (ou apenas ligeiramente filtrado) direto durante a primeira parte do dia, e sombra parcial durante a tarde.

Normalmente, uma janela do Sul é a melhor localização, a menos que ele expõe as plantas a pleno sol a maior parte do dia, o que deve ser evitada. Uma exposição desobstruída oriental é uma boa alternativa. Uma janela virada para oeste pode ser adequado, embora não ideal, e, naturalmente, uma janela virada a norte oferece abrigo da luz solar direta.

Se a planta não recebe uma certa quantidade de luz solar direta por algumas horas por dia (quando o tempo permite, é claro), começam a crescer delgado e alongado, inclinando-se para um dos lados para receber mais luz
. Eles também perdem a coloração e os lados das plantas tornam-esverdeada. Eles acabarão por morrer se não melhorar a iluminação lhes é dado quando esses sinais se tornam evidentes. Em algumas situações, no entanto, é aconselhável para sombrear as plantas um pouco de luz solar intensa na primavera para evitar queimaduras solares, especialmente nas áreas que a experiência de luz fraca durante a maior parte do inverno. Isso ocorre porque as plantas perdem resistência à luz durante um período prolongado de tempo nublado, e o brilho súbito de um dia claro, fará com que eles se queimem, provocando uma cicatriz esbranquiçada do tecido a se formar na superfície da planta. A planta queimada pode morrer. Isto é porque você deve expor as plantas a luz, gradualmente durante um período de vários dias; se foram com pouca luz por algum tempo.

Alguns produtores utilizam uma tela da janela ordinária deve ser adequada para esta finalidade. Seria melhor para remover a proteção durante o inverno para dar as plantas mais luz
. Se as plantas obterem uma boa luz no inverno, você não deve se preocupar com a possibilidade de dano queimaduras que ocorrem na primavera.

Molhar é outra consideração importante que deve ser levado em conta.

Lithops tem um ciclo anual definido de crescimento.

Embora seja importante parar a água, apenas a determinadas fases do ciclo, isso é tão importante manter o solo seco em outras etapas de seu crescimento. Não desanime se as sugestões para a rega parecem longos e confusos no início. Como você tomou conhecimento de como funciona o ciclo de crescimento, você vai achar que sabe quando e como regar as plantas é realmente um procedimento simples.

. Lithops são plantas perenes que desenvolvem um novo par de folhas a cada ano. As marcações da folha de qualquer planta particular uma mudança muito pouco de ano para ano, e não duas plantas têm marcas exatamente iguais. Lithops começam a crescer durante o inverno e inicio da primavera. No final da primavera ou início do verão, as plantas começam a ficar dormentes. No habitat, é necessário para sua sobrevivência para descansar durante o longo período de intenso calor e pouca ou nenhuma precipitação, usando o que têm água armazenada previamente ao último verão. Com a aproximação de dias mais frios e mais curtos do outono, os Lithops cresceram novamente.

Fig. 1) Durante os meses de Verão, os Lithops se tornam dormentes, descansando como fazem na natureza, embora, como uma planta de casa as condições não são tão graves. As plantas necessitam ou não de pouca água quando estão adormecidos. Molhar regular durante esse período quase certamente causar-lhes a podridão e de repente vira mingau. Mas se um shrivelling proeminente ocorre durante o verão, é seguro para dar água suficiente apenas para restaurar a aparência firme da planta. Água levemente de modo que apenas cerca de topo de meia polegada a mais ou menos do que o solo é úmido. Nunca água profundamente quando as plantas estão dormentes.

Fig. 2) No outono, geralmente em março ou abril, as plantas vão começar a crescer. O primeiro sinal de crescimento é notado quando a fissura entre as folhas começa a separar. No dia a seguir, um broto vai forçar seu caminho para cima através da fissura e logo em seguida uma flor amarela ou branca vai se desdobrar. As flores de muitas espécies de Lithops tem um doce aroma picante. Lithops geralmente deve ser de três a cinco anos de idade antes de iniciar a floração : elas foram cultivadas mudas de dois anos ou mais, no berçário. Como a fissura separa mais, um novo par de folhas em desenvolvimento pode ser visto por dentro. À medida que a planta se torna mais velha, ela aumenta de tamanho por divisão. Este processo terá início por uma fábrica de produção de dois pares de folhas novas. A planta terá então dois "corpos" ligado a um sistema radicular. Algumas plantas nas coleções Lithops ter tantos como dez ou mais órgãos por planta , mas leva muitos anos para desenvolver uma planta desse tamanho.

Na natureza, os Lithops começam a florescer e crescer logo após as chuvas sazonais começaram. Em cultivo, a rega deve geralmente começa a partir do início a meados de março, para a maioria das espécies. Muitas vezes um bom encharcamento do solo irá incentivar as plantas para começar seus ciclos de crescimento. É seguro à água profundamente durante a queda, e de fato é melhor do que uma rega superficial. É importante deixar o solo secar um pouco entre as regas: ele não deve ainda estar molhada quando a águar novamente. A mistura de solo deve ser um tipo de substrato bem drenado. Um solo empapado demais ao redor das plantas para os dias devem ser evitados para prevenir o apodrecimento. Interromper totalmente as regas no final de Maio para permitir que o solo seque completamente em preparação para o frio nos meses de inverno.

Fig. 3) Durante os meses de inverno – junho, julho e agosto, as plantas ainda estam crescendo, os novos órgãos estarão aumentando de tamanho enquanto o exterior, as folhas velhas começam a murchar. O solo deve manter-se seco, não importa como as plantas se tornam enrugadas. O novo organismo realmente tira a água armazenada nas folhas mais velhas, para continuar o crescimento, por isso não retire as folhas enrugadas. Lithops não deve ser exposto a temperaturas inferiores a 5 ° C.


Fig. 4) O novo organismo continua a extrair a água e nutrientes armazenados nas folhas velhas até que as folhas velhas são reduzidos a nada mais do que conchas. Estes reservatórios podem ser facilmente removidos ao redor da planta. É primavera (setembro, outubro e novembro), na época as plantas atingem esta fase, e é seguro molhar novamente para deixar as plantas aumentar o seu crescimento. Comece molhando levemente, aumentando a quantidade de água aos poucos. Certifique-se de deixar o solo secar entre as regas. Reduzir a rega como o calor e os dias longos do verão (dezembro, janeiro e fevereiro), permitindo que as plantas para se preparem para seu período de dormência.

Isto traz o debate do ciclo de crescimento de Lithops - círculo completo. Refira-se que isso só serve como guia geral para a maneira que Lithops crescer
. Cada espécie tem seu próprio calendário para a conclusão de cada etapa do seu crescimento, e é quase impossível de alterar. Algumas espécies florescem tão cedo quanto novembro, outros tão tarde quanto julho. Embora o método de cultivo descrito acima é adequado para todas as espécies, você pode querer variar os tempos de rega um pouco como você se torna experiente no reconhecimento dos diferentes hábitos de cada um.

Um cenário ideal para o plantio Lithops é um vaso raso – estilo prato – de cerâmica, misturados com pedras redondas de vários tamanhos e cores (seixos). As plantas, em seguida, mostrar a sua natureza de mimetismo ao máximo como eles se tornam quase indistinguíveis das pedras em um piscar de olhos. Profundidade que são cerca de 3-5 centímetros são recomendados para permitir a adequado desenvolvimento de raízes para crescer
. Certifique-se que os furos de drenagem são bons.

Use uma mistura de solo de drenagem rápida (uma mistura de solo embalado para cactos e suculentas deve ter areia adicionado na proporção de 2 partes de uma mistura de solo de areia parte em volume). Espacial das plantas ao acaso, cutucando um buraco no solo para acomodar a raiz principal e a parte inferior do corpo. Posição das plantas no solo de modo que cerca de três quartos da altura da planta permanece acima do nível do solo para permitir a instalação de "respirar". Recolher o buraco ao redor da raiz principal com cuidado picar um lápis no solo perto da fábrica. Defina algumas pedras entre as plantas e, finalmente, polvilhe uma fina camada de areia grossa (cascalho) sobre a solo exposto. Algumas das plantas realmente parecem ter desaparecido de vista entre os seixos. (Nota - Lithops plantio em terrários não é recomendado devido a umidade excessiva).
Meus babys:



15 comentários:

Elaine disse...

Olha a Flavinha geeeennnnte.....
Adorei amiga, muito informativo.Poste lá na comunidade, vão adorar....
Beijos, você sabe que eu te adoro neh!!!♥♥♥

Flávia F. Pena disse...

Rs,rs...
Obrigada miga!
Sabes que tb mora no meu core!
Bjão

A - L disse...

Legal!!!!


Allison Souza

Flávia F. Pena disse...

Obrigada All!
Volte sempre!

Anônimo disse...

Olá Fávia, como vai?

Gostaria de saber onde encontrou lithops para comprar. Foi aqui em Minas mesmo?

Grata! Daniela

Danúbia Lima disse...

Olá Flávia. Eu adoro a Lithops, mas tenho muita dificuldade em adquirir essa planta; principalmente variedades dela. Você comercializa?

Flávia F. Pena disse...

Não comercializo plantas nem sementes.
Já tive uma comunidade no orkut, e lá doava algumas sementes.
Mas o tempo foi ficando escasso e infelizmente as doações param.
Quem tiver interesse em compras de mudas, conheço pessoas e empresas idôneas que vendem.
Quem tiver interesse me envie um e-mail que passo todas as informações.
Boa parte de minhas plantas foram adquiridas pela net.
Obrigada e voltem sempre.

Flávia F. Pena disse...

Não comercializo plantas nem sementes.
Já tive uma comunidade no orkut, e lá doava algumas sementes.
Mas o tempo foi ficando escasso e infelizmente as doações param.
Quem tiver interesse em compras de mudas, conheço pessoas e empresas idôneas que vendem.
Quem tiver interesse me envie um e-mail que passo todas as informações.
Boa parte de minhas plantas foram adquiridas pela net.
Obrigada e voltem sempre.

Flávia F. Pena disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dilrrj disse...

Oi Flávia! Também tenho lithops e adorei o que você escreveu sobre elas!!! As suas são bem diferentes das minhas, onde comprou? Dei uma procurada mas não achei seu email!!! Obrigada!!!

Flávia F. Pena disse...

Olá Dilrrj
Obrigada pela visita
Conheço alguns fornecedores, pois sempre compro com eles.
Muitos estão no face, e vocês podem entrar em contato direto e ainda escolher a planta.
Meu face:
https://www.facebook.com/flavia.pena.75
meu instagram: flaviafernandes25

JUCA disse...

ola flavia procuro lithops vende? preços? mande mgs para mjsmjuca@hotmail.com obrigada

joão quinto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
joão quinto disse...

Oi, Flávia. Qual seu email? Gostaria dessas recomendações. Meu email é o jonesquinto@hotmail.com obrigado!

joão quinto disse...

Oi, Flávia. Qual seu email? Gostaria dessas recomendações. Meu email é o jonesquinto@hotmail.com obrigado!