segunda-feira, 16 de abril de 2012

Trevinhos!!! Oxalis

Meus trevinhos estão lindinhos!!! Todos as fotos são minhas...meus preciosos trevinhos.
 Esta roxinha é o:  
Nome Científico: Oxalis Atropurpurea Regnellii
Nome Popular: Trevo Roxo, Trevo Ornamental
Família: Oxalidaceae
Origem: Brasil, Argentina e Paraguai
Ciclo de Vida: Perene
 O Gênero Oxalis tem mais de 800 espécies reconhecidas em todo mundo.  Falarei agora do Trevo Roxo (Oxalis Atropurpurea Regnellii). O Trevo é uma planta herbácea cujas folhas são dotadas de três folíolos (folhas), e que crescem espontaneamente nas terras das regiões tropicais e subtropicais.  Ele alcança até 30 cm de altura.
Floresce esporadicamente durante o ano e suas flores são campanuladas em branco-rosado.  Trata-se de uma planta resistente, persistente e recorrente. A sua reprodução se dá por rizomas que se alastram rapidamente.
No passado era muito cultivado  no Brasil devido à bela folhagem marrom-avermelhada. Hoje é pouco usado pelos paisagistas, mas continua muito cobiçado no exterior. Ele deve ser cultivado em vasos e floreiras, mas nunca diretamente no solo, sob pena da perda do controle sobre a planta que fatalmente vai se tornar uma praga de difícil erradicação.
Os trevos costumam entrar em dormência, perdendo todas as folhas. Nesse momento deve-se diminuir as regas até que haja nova brotação. O que deve ocorrer após três ou quatro semanas.
Necessita de muito sol e o solo deve ser rico em matéria orgânica. As regas devem ser feitas para manter o substrato úmido.
Normalmente é cultivado em vasos e jardineiras da seguinte maneira:
- Num balde misturar 1 parte de esterco de galinheiro com 3 partes de composto orgânico e uma parte de areia.
- Proteger o fundo do vaso com brita de granulometria média, colocando por cima um punhado de areia úmida.
.- Colocar a mistura no vaso e plantar os bulbos com 1 a 2 cm de profundidade e espaçamento de 2 -5 cm entre plantas.Iniciar a colocar os bulbos no centro do vaso e ir plantando em anéis até chegar à borda do vaso.
- Regar e manter a umidade.
- Levar para local com sol aos poucos, após a emergência das folhas.
- As folhinhas que murcharem devem ser cortadas e não arrancadas.
- Diminua ou pare com as regas até nova brotação, que deve ocorrer após 3 a 4 semanas




Um trevo de quatro folhas é uma folha de trevo que apresenta quatro em vez dos normais três folíolos comuns na maioria das espécies do gênero Trifolium a que pertencem os trevos. Com origem nas antigas tradições dos povos celta, acredita-se que encontrar um trevo-de-quatro-folhas é um sinal de boa sorte, pelo que o trevo-de-quatro-folhas é usado em iconografia diversa e como imagem na linguagem corrente. A procura de trevos-de-quatros-folhas levou ao surgimento de cultivares e de técnicas de cultivo que aumentam a probabilidade dessa anomalia surgir.
Existem trevos de quatro folhas que podem ser cultivados, porém, eles têm necessidade de uma temperatura média de aproximadamente 25 Cº.
Precisam de chuva constante, ou, se forem criados dentro de casa, precisam ser regados pelo menos três vezes na semana. Dependendo da quantidade de luz que recebem, suas folhas podem ficar bem grandes, chegando a “rasgar” as extremidades.
São plantas dormideiras, precisando de, pelo menos, oito horas de escuridão para que tenham um bom desenvolvimento.
Nome científico: Oxalis deppei ou O. tetraphylla speciosa.
Transplante:
Março
Desponta:
Abril a Maio
Floresce:
Junho a Agosto
Altura:
30 cm max.
Originária:
América do Norte, México.
Prefere terra não calcária. Deve ser semeado em aglomerado.
Prefere o sol.
Multiplica-se por bulbos, separando os tubérculos laterais da planta ao mudá-la.


Mais trevinhos que amooooo!!!








Algumas referências: http://www.plantasonya.com.br






2 comentários:

Sonia Moraes disse...

Sonia, Faz tempo que procuro mudas desse trevo-roxo e não consigo encontrar se poderem me ajudar a conseguir agradeço meu email é sonia_fgmoraes@hotmail.com , obrigada.

Unknown disse...

Bom dia. Tenho interesse em adquirir alguns bulbos dos seus trevos, principalmente daquele roxo com 3 riscos claros nas folhas e aquele cor de oliva. Podes entrar em contato comigo em todoambiente@gmail.com

Obrigado.