quarta-feira, 9 de julho de 2014

Algumas dicas de como cultivar Suculentas

Necessidades ou Cuidados Mínimos.
Cultivo:

Solo:
as suculentas de maneira geral preferem solos ricos e bem drenados. Nunca se deve misturar areia na terra preparada para as suculentas porque "soca" demais. Devemos usar uma fibra natural (pó de xaxim de áreas autorizadas pelo IBAMA), casca de pinus, pedrisquinhos (tipo o que sobra de peneirar uma areia lavada grossa). Normalmente nós misturamos um substrato comprado no mercado de alguma firma idônea, misturado com a fibra e um pouco de terra vermelha de sub-solo de barranco. Acrescentamos para o plantio uma fonte de fósforo, cálcio e magnésio e depois fazemos adubações de cobertura periódicas.
É claro, que podemos utilizar o que temos em nossa região.
Temos somente que saber dosar e termos um solo bem drenado (não pode acumular água em hipótese nenhuma). A maioria dos meus vasos utilizo, terra preta de jardim (rica em meteria orgânica), terra vermelha e substrato (estes vendidos em casas especializadas), e na montagem do vaso, no fundo, gosto de acrescentar carvão vegetal.

Luminosidade:  - IMPORTANTE - 
é um dos grandes segredos do sucesso no cultivo das suculentas. Normalmente todas elas gostam de muita luz e morrem ou se descarecterizam na falta dela. Existe uma classificação que orienta
 sobre a quantidade de luz necessária para o bom desenvolvimento da sua planta. Elas são divididas em:
 Verdes (ex. Zamioculcas, Rhipsalis, Hatiora, Gasteria, Haworthias...) que precisam de muita luz mas não de sol diretamente. 
Amarelas (ex. Echeverias, Crassulas...) que precisam de luz pelo menos uma parte do dia. 
Vermelhas (ex. Kalanchoe tyrsifolia, Crassula capitela...) que precisam de sol pleno, o dia todo.

Irrigação: 
Tudo depende da região que você mora.
Pra quem mora aqui no Brasil, fica complicado pois temos um país de grande extensão territorial e seus diversos tipos climáticos. Então temos que prestar muita atenção!Hum...este é outro ponto crítico para o cultivo de suculentas. A regra básica é regar abundantemente 1 vez por semana no verão e de 15 em 15 dias no inverno (ou no verão se o tempo estiver chuvoso ou nublado). Deve-se molhar como uma "tempestade", inclusive folhas e tudo. Não tem problema! Não pode é "burrifar" água, que aumenta a umidade relativa do ar em volta da planta nem usar prato embaixo do vaso. É importante colocar brita, cacos de cerâmica, carvão vegetal ou argila expandida no fundo dos vasos para facilitar a drenagem do excesso de água.
Outra coisa interessante é utilizar pedrinhas cobrindo a superfície do vaso o que faz com que a água passe por aquele espaço sem se acumular alí, indo direto para as raízes. Isto evita muito o apodrecimento do colo da planta.
Espero que seja de grande valia.
É claro, que existem muitas outras experiencias... 
Agoraaaa... um pouquinho de meus babys! Fresquinha as fotos! Tiradas hoje! rs  :)
P.S. Vai de cada uma um pouquinho, sem classificação por especie. 





















Um comentário:

Anônimo disse...

Amo suculentas e cactos ,tento cultiva-los mais devido ao tempo elas morriam. Mais aprendi umas dicas e vou usa-las